Fotos de Orquídeas Raras e Lindas

Paphiopedilum leeanum

paphiopedilum leeanum

Planta: Híbrido nativo, terrestre, 20 centímetros
Flor: 8 centímetros
Época de floração: inverno
A flor dura flores: 30 dias
Sem Fragrância
Não Gosta de muita luz: deve ser média
A umidade ideal: média
De fácil cultivo


Laelia tenebrosa aurea

Laelia tenebrosa aurea

A Catléia é bastante e de fácil cultivo.

Necessário boa ventilação, com umidade, e muita luz indireta, o ambiente deve ter uma temperatura entre 18° e 25° C. Fora dessa temperatura pode fazer com que a planta não floresça.


Cymbidium vermelho

Cymbidium vermelho

Uma das orquídeas mais lindas e de fácil a cultivo na área externa.
Perfeitas para serem plantadas em vaso de barro, pode se deixa-la exposta ao sol da manhã, uma outra maneira de cultivo é, presa em troncos de arvore.


Cymbidium Dorothy

Cymbidium dorothy

Ela é de origem asiática, se adaptam bem ao clima do brasil.

Suas flores duram um bom tempo, é uma espécie que da flores em cachos de cor amarronzado, ela se desenvolve muito bem em vasos.

Também é cultivada sob sol com a adaptação ao poucos, Floresce entre o outono e o inverno.


Blc. Hawaiian Galaxy

Blc. Hawaiian Galaxy

Ela é de grande porte, com flores de cor vermelha
Floresce no Verão.

Gosta de muita luz indireta, regar uma ou duas vezes por semana em vasos de barro.


Trichoglottis brachiata

Trichoglottis brachiata

Ela tem origem nas Filipinas, floresce entre a primavera e verão, esse especie tem perfume nas flores, se adaptada a clima mais quentes de preferencia na sombra, sua rega deve ser diariamente.


 

Phalaenopsis mini

Phalaenopsis mini

A temperatura ideal é entre 25 graus. A iluminação é de 50% a 70% na sombra, nunca deve deixar exposta ao sol.

O ambiente adequadro é em varandas, ou qualquer local que tenha sombra e boa ventilação.

Floresce no outono e inverno, durante a floração a adubação deve ser interrompida.

Essas fora alguma especies mais procuradas para cultivar em casas e apartamentos. Elas podem ser compradas por um preço relativamente baixo entre R$15,00 a R$ 60,00, são lindas e perfeitas para fazerem parte de coleção.

Se gostou! Compartilhe!

Voltar a Home.

Orquídeas como plantar em arvores

Neste artigo vamos aprender como plantar uma orquídea no tronco da arvore, é essa é uma pratica muito simples porem requer alguns cuidados. Para fazer esse procedimento, vamos precisar de uma fita, tesoura e claro a muda da orquídea.

orquideas como plantar em arvores

Agora escolha a árvore que vai recebe a muda da orquídea, de preferência uma que o tronco tenha ranhuras, que a casca seja áspera, isso porque vai ser melhor para a raiz segurar na arvore, e também esse tipo de tronco tem mais matéria orgânica sendo depositado.

Uma outra coisa, escolha uma parte da arvore que tenha uma forquilha para prender a muda, ela ficara mais protegida, na natureza as orquídeas são mais facilmente encontradas em forquilhas das arvores.

Depois de escolher o local onde vai ficar a planta, separe a muda, (é importante que a muda tenha raiz) são elas que vão se prender no tronco.

Agora coloque a muda com a raiz bem junto ao local desejado e coloque um pouco de esfgno por cima da raiz, coloque também uma manta por cima do esfgno (o esfgno pode ser encontrado em floricultura), depois amare com uma fita tanto o esfagno quanto a muda da orquídea.

É bom planta-la na estação de chuva, caso não esteja na estação de chuva, deve se regar uma ou duas vezes por semana para um bom desenvolvimento da muda, depois que a muda pegar, não é mais necessário regar, ela sobrevive absorvendo os nutrientes da árvore.

Importante que seja uma arvore que tenha sombra no local onde vai ficar a muda, arvores que caem as folhas em determinada época, pode não ser um bom local para plantar a orquídea.

Algumas espécies de orquídea não se adaptam a clima muito quente, é bom conhecer sua planta para saber se ela gosta de calor ou não.

Essa foi nossa dica de como plantar orquídeas em arvore, se gostou compartilhe!

Veja Também: Como cuidar de orquídeas corretamente.

Como adubar orquídea corretamente

Como adubar orquídeas corretamente

Como cuidar de orquídeas e adubar corretamente, neste artigo vamos abordar os mitos e verdades sobre essa planta fascinante e seus cuidados na hora de adubar.

Como aduba-las de forma correta?

Uma coisa muito importante é que o adubo da orquídea serve para outras plantas, no entanto o adubo das outros plantas não serve para a orquídea, na natureza as orquídeas são encontradas em troncos de arvores e lá não tem a adubação como estamos acostumados hoje em dia.

Existem dois adubos mais comuns para a orquídea, que são o adubo orgânico e o químico granulado, o adubo granulado demora mais para se decompor, por isso o adubo orgânico sempre deve ser a melhor opção para suas plantas.

Na natureza por ela estar preza ao tronco da arvore, acaba juntando insetos e folhas entre as raízes e o tronco, com o tempo esse material entra em decomposição e alimenta a orquídea fazendo uma adubação orgânica.

Também elas conseguem absorver os nutrientes das outras plantas que sobem com a evaporação.

Já na residências é precisa saber como cuidar de orquídeas adubando corretamente, o mais usado é o adubo bokashi que ser aplicado a cada 30 dias, o adubo bokashi deve ser posto no canto do vaso longe do pé da orquídea, quando ele for malhado, ele entra em decomposição rapidamente, logo ele aduba todo o vaso.

A medida é meia colher de sobremesa sem exagero, na segunda aplicação a terra já vai estar bem nutrida, no ponto ideal para o desenvolvimento da orquídea.

A orquídea é uma planta inteligente, suas raízes vão atrás da onde esta o nutriente, essa é uma maneira dela sobreviver na natureza.

Também quando a água evaporar da terra, ela consegue absorver os nutriente também pelo ar.

Leias sempre as instruções do fabricante do adubo.

Essas foram nossas dicas de como cuidar de orquídeas, se gostou compartilhe essas informações.

Como cuidar de orquídeas Denphal

como cuidar de orquídeas denphal

Como cuidar de orquídeas denphal, elas é uma das orquídeas mais cultivadas no Brasil por ser de fácil cultivo e por ter flores lindas. Um dos mitos comuns sobre essa planta é se ela é um cruzamento da espécie Dendrobium com a Phalaenopsis, a resposta é não, ela é de uma espécie única e não teve origem por meio de cruzamento.

No entanto ela é um híbrido de Dendrobium, suas características deixam isso claro para quem vê pela primeira vez.

O seu cultivo é relativamente simples e bem parecido com o cultivo de Dendrobium, os cuidados devem ser com a drenagem da aguá para não acumular no vaso.

Uma dica muito boa e útil é por o vaso em cima de um suporte para que a água e a umidade não fique acumulada em baixo do vaso, deixando as raízes muito úmidas, dessa forma o ar vai circular por baixo do vaso levando mais oxigênio para as raízes da orquídeas. Então não se esqueça de nunca por o vaso diretamente no chão.

O plantio da denphal pode ser feito em substrato de carvão ou em um tanquinho, ou até mesmo em um chachim velho

O replantio de mudas pode ser feito quando a muda tiver em torno de 6 centímetros, com esse tamanho ela pode ser separado da planta mãe para ser plantado junto a um tronco de arvore,, ou em outro vaso.

Uma dica muito boa antes de separar é, pegar um pedaço pequeno de chachim e amarar junto a muda junto a planta mãe antes de ser separado, dessa forma as raízes vão se apagar ao chachim depois de um tempo, ai é só separar a muda da planta mãe.

Cuidados com a adubação da orquídea denphal

A adubação deve se ter um cuidado, a cada 20 dias deve ser por um colher de sopa para cada litro de água, e borrifar somente na raiz da planta, já o adubo diretamente no vaso deve se por uma vez a cada 6 meses.

Com relação a iluminação, a orquídeas denphal gosto de sol mas nunca deve ficar exposta diretamente o dia inteiro, o ideal é deixa-la em um local onde o sol da manha posso atingi-la, para ficar exposta ao sol o dia inteiro é importante usar uma tela sombrite de 80% para não queimar a planta.

Para saber se ela está com boa saúde, fique atento a cor das folhas, verde limão indica que ela está bem, já o verde escuro é uma indicação que a saúde da orquídea denphal não está bem, e nesse caso ela não da muitas flores.

Para resumir, elas gosta muito de sol isso é importante para ela florir. Se esse artigo foi útil para você compartilhe.

Como cuidar de uma orquídea em vaso

Antes de saber como cuidar de orquideas em vaso, é importante ficar atento a espécie de orquídea que você tem em sua casa, cada tipo de orquídea tem um cuidado diferente da outra em vaso. É lembrar que tem mais de 35.000 tipos de orquídeas no mundo. Algumas plantas são bem raras, abaixo tem alguns exemplos de orquídeas raras.

Cattleya walkeriana conhecida coma ‘Feiticeira’, esse tipo de orquídea foi encontra no ano de 1960, hoje em dia é quase impossível encontra-la na natureza. Seu preço está avaliado em R$1.500 cada planta.

 

Como cuidar de orquídeas em vasoCattleya schilleriana, Está espécie é uma autentica brasileira também está extinta na natureza devido a grande procura, sua origem é da região do espírito santo, hoje só pode ser comprada de colecionadores ou casa especializada.

Como cuidar de orquídeas em vasosFredclarkeara After Dark, como cuidar dela no vaso, apesar de ela ser resultado de cruzamentos entre espécie, ainda é umas das mais raras do mundo, por causa da sua coloração negra.

 

 

paphiopedilum-rothschildianumPaphiopedilum rothschildianum, conhecida como orquídea de sapatinho ela é a mais rara e cara das espécies Paphiopedilum.

 

 

dendrophylax_lindeniiDendrophylax lindenii, essa é conhecida como orquídea fantasma por causa a sua aparência, sua característica é não possuir filhas somente flores e raís.

 

Como cuidar de orquídeas em vasos

Agora vamos ao assunto principal do artigo como cuidar de orquídeas em vasos corretamente. Existe um mito que elas não gostam de água, isso é um erro por não saber os cuidados necessários. muitas pessoas relatam que sua orquídea morreu por causa de muita água, mas na verdade o vaso onde a orquídea está plantada, muitas vezes é o grande vilão.

Os vasos de plásticos retém muita água, isso porque a água tem mais dificuldade em evaporar, e a orquídea vai ficar encharcada rapidamente e com o tempo acaba morrendo por excesso.

O ideal é plantaras orquídeas em vaso de barro, eles são porosos e água evapora mais rápido. Como já falamos no começo do artigo, saber o tipo da sua orquídeas é o inicio para saber como cuidar dela no vaso.

As orquídeas são de região quente e deve ficar expostas ao sol do período da manha, esses tipos de orquídeas devem ser regada umas 3 vezes por semana.

No entanto algumas não devem ficar expostas ao sol, esse tipo retém mais a agua, deve ser regada 1 ou 2 vezes por semana.

E nunca se esqueça de deixar suas plantas em local ventilado. Gostou da nossa dica, como cuidar de orquídeas em vasos? Deixe seu comentário.